< No teenage heaven or hell

São os olhos da mente que me condenam. Nada é parâmetro quando a imaginação destrói e constrói os caminhos. As curvas são sempre retas enquanto meus olhos permanecem fechados. Nada é real. Isso que agora pulsa, arde e grita são armações em outro palco quebrado para manter esse teatro eloquente. Sou platéia. 

THEME